Série Coisas Que Eu Não Sentirei Saudade

Série Coisas Que Eu Não Sentirei Saudade

A tia do marido que mora nos EUA está passando uma semana aqui no Brasil. Ontem, depois do trabalho, nos encontramos na casa da sogra para matarmos um pouco a saudade (e pegar as encomendas, que, por incrível que pareça, foram bem modestas dessa vez… quer dizer, eu não vou dizer que, além do PSP, Wii, Xbox velho e Xbox novo, o marido agora tem um Nintendo DS. Tudo que eu precisava!). O papo rolou e já era quase meia noite quando saímos de lá.

Já quase na esquina de casa, paramos no sinal e nos assustamos com uma sombra nos espelhos retrovisores (quando você é carioca, acostuma-se a "ficar ligado" nos espelhos quando pára no sinal, pelo menos é assim com a gente), um movimento estranho. Como de outras vezes que passamos por sustos ou mesmo quando fomos efetivamente assaltados, nos assustamos, mas não trocamos uma palavra até que o carro voltasse a andar. Daí, vimos que nós dois tínhamos nos assustado com a sombra, que, na verdade, era do carro de trás, que se aproximou mais do que o normal.

Moral da história: não vou sentir saudade de ter medo de sombras!

Envie por e-mail.

Escrito por K em Wednesday, March 19, 2008, às 13:43.

1 Comentário »

  1. Comment by Flá

    É horrível viver o tempo todo de sobressalto…
    Beijinho

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe seu comentário

Se você quiser deixar algum comentário, basta preencher o formulário abaixo.

(required)

(required)



  • Rio de Janeiro, BR
  • Toronto, CA
  • Vancouver, CA
  • Visitantes desde Julho/07

  • Assinar o blog