IA: A whole new world!

IA: A whole new world!

Meu grande dilema é o que eu vou ser quando crescer. Para quem não sabe, sou formada em Direito, o que não serve pra nada no Canadá, a não ser pra dizer que eu tenho curso superior. Depois de pesquisar salários e mercado, estava decidindo fazer Direito de novo (o salário médio de um advogado é 100.000 dólares/ano), apesar de não gostar da coisa. E acho que depois de seis anos de faculdade e cinco anos aqui no meu trabalho posso dizer que não gosto mesmo.

Já comentei que existe uma enorme, cansativa e cara trajetória para alguém advogar no Canadá. Isso ficava me remoendo. Ficava pensando em que emprego arrumar até lá, como fazer para manter a faculdade (que dizem que é uma das mais difíceis), trabalho e ainda ter um filho. Ficava angustiada. Até que, há um mês mais ou menos, minha angústia chegou ao auge e uma conversa com papai me fez ver a luz (rs)!

Primeiro, ficou muito claro que eu devia parar de pensar e programar algo que só deve acontecer daqui a oito meses e me preocupar mais com o que fazer agora. Porque a angústia de ver minha vida “pré-Canadá” parada também era grande. Então, eu devia arregaçar as manguinhas para colocar a mão na massa desde já, independente da mudança, mas sem prejudicar os planos para a mesma.

Então, começamos a pensar no que eu poderia fazer. Direito não é a minha e isso já está mais que claro, então era a hora de explorar novos horizontes. Olhando para a minha vida, meu dia-a-dia, é muito óbvio que eu devia estar fazendo algo ligado à tecnologia, computadores e tal. A famosa “área de TI” (Tecnologia da Informação). Peguei um livro que eu já tinha sobre CSS (o primo mais novo do HTML) e comecei a “fazer”.

Só de começar o livro já fiquei muito mais calma. Continuei minhas pesquisas sobre o Canadá, mas agora tenho outro objetivo, que é aprender algo novo. Que maravilha! Mas, como a gente não se “cura” do dia pra noite, eu comecei a pesquisar as profissões na área de TI, o que está em demanda, os salários (claro!), os cursos e tal. É um campo gigantesco e eu fiquei mais perdida do que uma agulha no palheiro.

E, então, acho que eu me encontrei navegando pelo site Study in Canada. Li a descrição de Arquitetura da Informação e me identifiquei. É o que faço naturalmente. Vivo reclamando com o marido quando encontro alguma coisa errada no site da empresa onde ele trabalha. Sempre penso “nossa, quantos cliques eu tive que dar pra chegar aqui!” ou “como é possível eu não encontrar essa informação” e, ainda, “que ferramenta de busca horrorosa”. É lógico que o que eu faço é em nível de usuário, já que não tenho conhecimento técnico, mas adoraria ser responsável por deixar um site mais simples e navegável.

Só que nada é tão simples assim… A profissão de “Information Architect” (IA) é muito nova e ainda não é muito aceita nas empresas. Muitos acham desnecessário (talvez seja por isso que existam tantos sites ruins por aí). Além disso, existem pouquíssimos cursos voltados para isso. Nos EUA, existem algumas faculdades que já oferecem graduação especificamente para a área. No Canadá, ainda não encontrei nada. Encontrei alguns mestrados interessantes. Infelizmente, o que mais me empolgou fica em Quebec, então, está fora.

Não vou me abalar. Se é isso o que eu quero, é atrás disso que vou correr. É possível chegar lá passando por cursos de biblioteconomia (information studies) ou de ciência da computação. Como já sei que meu objetivo é lidar com tecnologia, vou pelo segundo caminho. Que faculdade vou fazer ou se vou fazer faculdade, é uma questão que terei que resolver quando chegar lá. Por enquanto, vou aproveitar esses meses aqui para estudar e me familiarizar com algumas linguagens.

Se alguém quiser “palpitar”, o meu plano de estudos é o seguinte: Linux (que sou totalmente ignorante), Apache, MySQL e PHP, para entender um pouco de “LAMP”. Depois, vou pegar um livro de programação para iniciantes e sentir como funcionam as coisas. Além disso, vou me aprofundar em HTML e começar a ler livros sobre Arquitetura da Informação, usabilidade, etc. Sei que tudo isso pode soar meio ingênuo, mas é preciso dar o primeiro passo, né? Esses serão os meus. Alguma sugestão?

Para quem quiser saber mais sobre “Information Architecture”, eis as minhas fontes:

Envie por e-mail.

Escrito por K em Tuesday, July 15, 2008, às 13:02.

« Anterior: São tantas emoções… - Próximo: Agora sim… »

15 Comentários (OBA!) »

  1. Comment by Mariana

    Poxa, que bom que vc “se encontrou”!! Espero que seu plano dê certo. Sobre escolas e faculdades, eu conheço uma em Vancouver, a BCIT que é muito bem recomendada e foca em tecnologia (acho que a maioria é curso técnico). Na verdade, Vancouver é um grande pólo de TI e as outras universidade e colleges devem ter programas muito bons também. Bem que vcs poderiam mudar a rota e ir um pouquinho mais pro Oeste (garanto que pelo menos uma vizinha bacana vão ter!). ;)

    beijos!

  2. Comment by Andréa

    Uhuuuuuu, Camila!!! Que bom que você tá começando a se encontrar… Não entendo nada disso que você falou no último parágrafo, mas se você tem algum conhecimento, vai fundo! Acho ótimo você já começar a se familiarizar desde já, pois chegando lá as coisas vão se ajeitando. Conhecemos tantas pessoas que estão lá e elas com certeza poderão te ajudar.

    Vai em frente! Way to go, girl!

    Andréa

  3. Comment by Carol

    Você está certíssima de partir para algo que goste realmente de fazer…de 2 anos pra cá me deu uma vontade imensa de trabalhar com tecnologia…mas por enquanto é só vontade…vá em frente!!

    abç,
    Carol.

  4. Comment by Elaine

    Oi Camila!
    Tambem fiz Direito no Brasil. Nunca exerci. Fiz porque meu pai eh advogado, e como ele nao podia pagar p/ eu fazer o que eu realmente queria (na epoca eu tinha 18 anos e queria fazer Psicologia), acabei fazendo o que ele quiz. Trabalhei muito como programadora no Brasil, fiz alguns cursos, fiz um a nivel de college tambem. Depois fui estudar linguas. Ai ai ai… ainda nao descobri qual lado do meu cerebro funciona melhor, talvez nenhum? LOL
    Foi entao que vim p/ Canada. Acabei casando aqui, e tendo filhos, e vivendo os ultimos 12 anos somente p/ familia e filhos. Sempre que posso, aconselho a outras esposas/maes a nao pararem no tempo quando tomam a decisao de serem SAHM (stay-at-home-moms). Facam algum curso, nem que seja aprender uma outra lingua, nem que seja um curso de college feito em part-time que vai levar uns 4 anos p/ terminar. Mas facam algo. Eu nao fiz nada, alem de aprender tudo o que pude sobre computadores, e alguma coisa sobre website building and graphic designing.
    Quando em 2005 resolvi que estava mais do que na hora de “reivindicar” EU (meu filho mais novo vai esse ano em Setembro comecar o grade 1, entao ele vai full-time), dei uma boa e long olhada p/ mim mesma, considerei todos os pros e contras, minha idade, minha situacao, e cheguei a conclusao que eu nao queria arrumar um trabalho em algum office e fazer disso minha carreira. Eu algo mais. Algo que fizesse o trabalho nao parecer trabalho, sabe? E que ao mesmo tempo me desse a oportunidade de fazer dinheiro e me tornar independente financeiramente. Eu precisava voltar a estudar. Aih que comecou meu dilema: o que fazer?
    Pensei em tudo o que gosto de fazer e duas coisas se salientaram: fotografia e computers (web design, graphic design, programming). A area de computacao/programacao/web evolve, cresce, muda, todos os dias. Tem sempre uma coisa nova, tem sempre que se manter “current” com tudo que ta acontecendo, todas as novidades. Eu nao estava disposta a me tornar escrava de minha carreira, nao queria me sufocar. E ao mesmo tempo nao queria privar minha familia, meus filhos, de mim mesma. Plus, tem outro detalhe, eu tinha uma ideia do tanto que isso exigiria de mim, e eu nao tenho o apoio necessario vindo da unica pessoa com quem eu posso contar aqui nesse pais: meu marido (apesar de ele dizer que sim, ele nao faz a minima ideia do que apoio realmente significa).
    Entao foi facil: fotografia! Soh pude comecar em setembro/2007, pois me atrasei p/ iniciar o pedido e tive que esperar um ano. Mas Deus sabe todas as coisas. Eu nao acredito em coincidencias.
    Tenho sido uma luta. Nao tem sido facil. Mas quando eu estou envolvida com fotografia, o tempo para, algo dentro de mim toma um novo sentido, eu me sinto “completa”. Entao sei que, apesar de todas as duvidas que ainda tenho, tomei a decisao certa.
    Estou fazendo fotografia no Sheridan (Oakville). O curso nao eh barato, e nao quero nem pensar nisso agora (o stress bate forte!). http://photography.sheridaninstitute.ca/

    Te desejo muita forca e vitorias em qualquer que seja a sua escolha. Siga em frente. God bless,

    Elaine

  5. Comment by Ana

    Eu trabalho nessa area, K. :) Eu sou jornalista, mas trabalhei com internet desde sempre. O CSS nao eh necessariamente um primo mais novo do HTML.. heheheh… Eh um mercado bem amplo aqui no Canada, agora uma dica seria vc se especializar numa das areas, ja que raramente achei aqui alguem que sabia de tudo - voce vai acabar como eu, que fica gerenciando os projetos, o que nao eh nada mal tambem. Se quer fazer IA, faz so isso… eh sempre bom ter nocao das outras coisas, mas nao tente se aprofundar em PHP se voce quer so aprender a fazer boas navegacoes. Outra area super em demanda aqui eh SEO (Search Engine Optimization), eh o cara que sabe fazer seu site ir pro #1 no Google.

    Enfim, tem varias vertentes… Eu to mais pra generalista. Nao sou designer, nao sou programadora. Entendo um pouco de CSS, sei ler HTML e mexer numa pagina sem esculhambar o site todo. Por isso to na gerencia dos projetos - o meu trabalho eh mandar nos designers e programadores. ;) E faco uma coisa ou outra pontual nos sites que desenvolvemos.

    Como a Elaine, eu to tentando migrar pra fotografia que eh minha grande paixao. To meio cansada dessa vida de internet, viu. Foi o que ela disse, tudo muda muito rapido! Se vc nao for O BOM, vai ser dificil acompanhar o ritmo da coisa.

  6. Comment by Taís Jacques

    Camila que bom que vc já tem um rumo do que quer fazer, invejo a vc e todas as pessoas que gostam e lidam bem com a informática (que não é meu caso!!), mas acho que isso não será um problema, o mais importante é a gente estar aberta p/ aprender novas coisas, se adaptar a uma nova realidade (não vejo a hora disso acontecer!!), eu pretendo primeiro ver em que segmento vou trabalhar, p/ daí então, ver qual curso que vou fazer, pretendo fazer um business ou algo do gênero, mas primeiro preciso dos meus documentos na minha mão, cada etapa de uma vez…até p/ não ficar tão angustiada!!

    bjs

    Taís

  7. Comment by Flá

    Qualquer coisa que eu escrever aqui vai parecer redundante - vc sabe que eu poderia assinar esse seu post de co-autora, né? Enfim, é isso aí, acho que tem que meter as caras mesmo e não ficar presa à uam receita. Esse é o seu plano inicial, ótimo, mas se no meio do caminho se interessar por outras sub-áreas, vai fundo também porque acho que a gente tem é que buscar o que gosta.
    Força aí! Fica a minha torcida pra vc se achar nesse novo caminho. ;-)
    Beijão
    PS.: parabéns pelos cartões de crédito, viu? Que limitão!!!!

  8. Comment by Octavio

    K, tambem estou procurando outras coisas pra fazer da vida…a diferenca eh que tenho 44! E Trigemeos! antes tarde do que nunca…
    boa sorte nas suas buscas

  9. Comment by Ciça

    Manazinha esse teu post sou eu… na verdade eu sou a Elaine do comentario ai em cima porém sem ainda o momento decisivo. ahahahahah

    Minha flor acredito que tudo o que vc quer fazer na vida é capaz, basta correr atrás… égua entao pq ainda tô aqui??? Nao importa, o comentario é pra vc, nao pra mim. vc escolheu uma coisa além de fascinante capaz de gerar bons lucros. Enpenho é talento e a chave para se comecar qualquer profissao

  10. Comment by Júnior

    Kraca, estou facinado com o bate papo de vcs!
    Minha vida: nunca fui mto estudioso (me arrependo amargamente), mas sempre tirei boas notas, comecei a trabalhar aos 15 anos numa empresa que meu pai instalou aki na minha cidade. Passei no vestibular pra Direito pq não gostava das outras matérias (que pra falar a verdade na época não gostava de nada), terminei e fiz uma Pós em processo civil, nesse íterim passei em um concurso pra trabalhar no IBGE, mas sai pra montar outra empresa (ela quebrou em jan/2006), ao terminar a pós fui procurar algum emprego, consegui um na prefeitura da minha cidade, onde estou até hoje e casei na hora, pq se tem uma coisa que eu tinha certeza nesse tempo todo sempre foi do amor que sintia e sinto pela Li…fiz a 2ª fase da OAB e estou esperando o resultado que sai dia 22 agora (semana que vem já!!!!).
    Bem, sempre tive o sonho de morar fora, e ele aliado a eu nunca ter “me encontrado” profissionalmente (pq sinceramente não sou feliz profissionalmente, n memso), me levou a pesquisar, junto com Ela, possibilidades de “ir embora”, tipo começar do zero…
    Nos informamos e “aperriamos” pessoas e amigos, sobre a Nova Zelândia, EUA, Austrália, ixx, 2 anos ou mais nesse moído danado…até chegarmos ao Canadá por nosso padrinho de casamento.
    Só queria dizer, (mais desabafo mesmo), mas falando sério, que oportunidade todos vcs estão tendo! E eu tbm quero buscar o meu lugar ao Sol, ou à neve, como seja! Só que ainda não me encontrei, leio, pesquiso, e estou sentindo que agora talvez a marcha engrêne, só depende de mim…e ler todos esses comentários, principalmente o da Elaine e o do criador(a) do post, me faz sentir mais forte pra continuar!
    Vou agora pesquisar e ler mais sobre cursos no Canadá, profissões…pq penso assim: Vou envelhecer sendo advogado ou tendo passado em um concurso aqui, certamente vou ganhar dinheiro, mas será que serei feiz? Será que me arrependerei se não fizer isso hoje? Alguns arrependimentos que sinto sempre são de coisas que deixei de fazer, então estou mesmo disposto a FAZER o que tem q ser feito (que é o que vai me deixar feliz de verdade), essa busca é o que devemos ter em mente, é pra isso que estamos aqui e que toda essa gente comenta e ajuda uns aos outros.
    Bem até agora não sei por onde começar, só sei que não vou desistir jamais! Chega!

    http://lidiejr.blogspot.com/

  11. Comment by ph

    Hi, there! Então você é a Camila que suscitou aquela discussão - proveitosa, devo dizer - lá na lista do Canadá?! :)
    Pois saiba que você me ajudou muito também. Também quero fazer um “cursinho de TI” :) quando chegar no Canadá - se é que vão me deixar entrar.
    Sorte pra vocês.
    abs
    paulo henrique

  12. Comment by Eri Ramos Bastos

    Humm… LAMP está para HTML tal qual refinamento de petróleo está para piloto de fórmula 1.
    Pode até ser interessante conhecer, mas um não é pre-requisito pro outro.

    Aliás, conheço pouquíssimos bons químicos que são também excelentes pilotos, se você entende minha analogia.

    A área de IT é muito ampla. Só para dar um exemplo, na empresa onde eu trabalhava no BR tinhamos as seguintes áreas (que consigo me lembrar de cabeça agora):

    - Unix (Também compreendendo Linux)
    - Mainframe
    - Windows Server
    - Windows Desktop
    - Redes
    - Infra-estrutura
    - DBA
    - Middleware
    - Notes
    - Service Delivery
    - Service Desk
    - Help Desk
    - Change management
    - Segurança da Informação
    - Asset management
    - Incident management
    - Solution design
    - Desenvolvimento de software
    - Business Intelligence

    E algumas dessas áreas tinham sub-áreas. Por exemplo AD e Exchange dentro de Windows, desktop e web dentro de desenvolvimento de software.

    Concordo que essa separação era meio radical em alguns aspectos, mas como a empresa é a maior do mundo em serviços, vou acreditar que eles sabem o que estão fazendo.

    Portanto, utilizando esta separação como base, se você partir para LAMP + HTML e CSS seria o equivalente a querer atuar ao mesmo tempo em:

    - Unix
    - Middleware
    - DBA
    - Desenvolvimento web

    Pode dar certo, mas como eu disse eu conheço excelentes químicos e excelentes pilotos. Mas raramente acho alguém que tem as duas características.
    Aliás o mais normal é achar péssimos químicos e péssimos pilotos, mas isso é outro assunto.

  13. Comment by ph

    Camila, você sabe se a lista do Yahoo foi deletada? Faz três dias que não recebo mensagens, e tentei acessá-la há pouco e uma mensagem diz que ela simplesmente não existe. :)
    abs

  14. Comment by Alexandra

    Camila,

    Parabéns pela decisão de não insistir em algo que vc não gosta. É o que eu falo pra todo mundo - pára de olhar o salário médio das profissões e corra atrás do que vc realmente gosta. Só assim vc será bem paga e feliz ;)

  15. Comment by Trifectaky

    Hello very nice website!! Man .. Excellent ..
    Amazing .. I will bookmark your web site and take the feeds also?
    I am glad to search out so many helpful information
    here within the submit, we want develop more techniques
    on this regard, thanks for sharing. . . . . .

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe seu comentário

Se você quiser deixar algum comentário, basta preencher o formulário abaixo.

(required)

(required)



  • Rio de Janeiro, BR
  • Toronto, CA
  • Vancouver, CA
  • Visitantes desde Julho/07

  • Assinar o blog